Como conhecer a Foz do rio São Francisco

Foz do Rio São Francisco – Divisa Sergipe Alagoas

O Rio São Francisco é o segundo mais importante do Brasil ( perdendo apenas para o Amazonas) e certamente é o mais importante do Nordeste brasileiro. Sua importância é inegável para o desenvolvimento dos lugares onde passa, sendo utilizado para irrigação de terras, pescaria e turismo (principalmente na região dos cânions e da foz do Rio São Francisco).

O rio passa por cinco estados brasileiros e mais de 500 cidades. Ademais, sua foz fica exatamente na divisa entre os estados de Sergipe e Alagoas.

O passeio até a Foz do São Francisco

O passeio para a foz do São Francisco começa em Aracaju, embora seja possível (e creio que seja até mais comum) fazê-lo saindo de Maceió. Saímos bem cedo da capital sergipana em direção a Brejo Grande, uma pequena cidade no norte de Sergipe, localizada a cerca de 110 km de Aracaju. De lá, embarcamos em um catamarã para navegar pelas águas do rio até a sua foz.

Passeio de catamarã para a foz do São Francisco – Divisa Sergipe Alagoas

Desembarcamos em uma região de dunas no lado alagoano, local onde ficamos por pouco mais de uma hora para curtir a paisagem deslumbrante, tirar fotos e tomar aquele banho delicioso de rio e/ou de mar. Além disso, existem no local diversos vendedores de artesanatos, caso esteja pensando em comprar lembrancinhas para algum conhecido talvez encontre algo interessante por lá.

Parada nas dunas – Foz do São Francisco

Finalizado o tempo, retornamos então com o catamarã para a cidade de Brejo Grande, onde paramos em um restaurante para o almoço. Após encher o bucho com uma comida caseira deliciosa, retornamos a Aracaju, chegando no início da noite na cidade.

O passeio para a foz do rio São Francisco, embora não seja tão famoso quanto o passeio para seus cânions (CLIQUE AQUI para conferir o passeio para os cânions de Xingó), é tão bonito quanto. Recomendo bastante esta experiencia, tenho certeza que não irá se arrepender.

Contato

Gostou dessas dicas para o passeio para a foz do Rio São Francisco? Caso tenha qualquer dúvida ou se necessitar de mais informações é só deixar um comentário abaixo, terei o maior prazer em respondê-lo. Se preferir, pode entrar em contato comigo CLICANDO AQUI ou então é só enviar um e-mail para contato@wellsnaestrada.com.br.

Já me segue nas redes sociais?

Para acessar minha página do Instagram CLIQUE AQUI, ou então procure por @wellsnaestrada.

Para acessar minha página do Facebook CLIQUE AQUI, ou então procure por Wellsnaestrada.

Nossa loja de imagens

Para acessar nossa loja de fotos basta CLICAR AQUI, lá você encontrará várias opções de imagens para download ou para adquirir impressa, legal né?

Como conhecer os maravilhosos Cânions do rio São Francisco

Passeio de canoa pela gruta do Talhado – Cânions do São Francisco

Um passeio imperdível para quem está em Aracaju. É assim que eu defino os cânions do rio São Francisco. A viagem da capital até a cidade de Canidé (de onde partem as embarcações) é longa (cerca de 200 km) mas vale cada metro percorrido. A beleza do lugar é sem igual e o banho nas águas do São Francisco é delicioso e restaura as energias de qualquer um.

Todas as agências de turismo de Aracaju fornecem esse passeio, visto que é um dos mais procurados pelos visitantes. Uma outra opção é ir para Canidé, ficar hospedado por lá e curtir mais do que o rio São Francisco e a região tem a oferecer.

Com mais tempo na região é possível conhecer também Piranhas, cidade alagoana na qual o famoso cangaceiro Lampião foi morto. Ademais, é possível fazer o passeio da rota do cangaço, que é uma trilha pela caatinga na qual é possível conhecer pontos pelos quais Lampião passou.

O passeio pelos cânions do São Francisco

Para chegar aos cânions é necessário pegar um catamarã. Em Canidé eles saem do restaurante Karranca’s, que oferece ainda um almoço excelente, custando R$ 40,00 por pessoa, e sem dúvida recomendo encher o bucho por lá.

Vista do rio no restaurante Karranca’s – Canidé de São Francisco, SE

Na embarcação são servidos drinks e petiscos, enquanto que no retorno do passeio, você pode desfrutar do buffet completo e saboroso do restaurante.

Catamarãs do restaurante Karranca’s – Canidé de São Francisco, SE

Há também a possibilidade de fazer o passeio pelo restaurante Castanho, que fica do outro lado do rio, na cidade de Piranhas.

Eu particularmente gostei mais do passeio oferecido pelo restaurante Karranca’s, visto que oferece uma estrutura melhor ao turista. O custo por pessoa para embarcar no catamarã é de R$ 110,00 (em 2020) e o passeio dura em média 3 horas. Além disso tudo, é possível fazer passeios de helicóptero sobrevoando a região, os preços partem de R$ 250,00.

O ponto alto do passeio é a parada em uma plataforma no meio do rio para banho. De lá é possível conhecer a gruta do Talhado por barco a remo, um passeio rápido e que custa R$ 10,00 por pessoa. Recomendo pois a experiência é única.

Vale cada km rodado de Aracajú até lá e cada centavo do valor, pois vocês vão se encantar com a beleza dos cânions, que a propósito é o quinto maior cânion navegável do mundo!

Contato

Gostou dessas dicas de passeios pelos cânions do rio São Francisco? Caso tenha qualquer dúvida ou se necessitar de mais informações é só deixar um comentário abaixo, terei o maior prazer em respondê-lo. Se preferir, pode entrar em contato comigo CLICANDO AQUI ou então é só enviar um e-mail para contato@wellsnaestrada.com.br.

Já me segue nas redes sociais?

Para acessar minha página do Instagram CLIQUE AQUI, ou então procure por @wellsnaestrada.

Para acessar minha página do Facebook CLIQUE AQUI, ou então procure por Wellsnaestrada.

Nossa loja de imagens

Para acessar nossa loja de fotos basta CLICAR AQUI, lá você encontrará várias opções de imagens para download ou para adquirir impressa, legal né?

Aracaju, a linda capital sergipana

Arcos da orla de Atalaia – Aracaju, SE

Curiosidades e história

Chegamos em Sergipe, ao passo que primeira parada neste estado maravilhoso é na capital sergipana, Aracaju. Quem chega na cidade pela SE-100 tem a possibilidade de passar pertinho do mar, sem dúvida um ótimo presente de boas vindas.

Aracaju foi fundada em 1855 com o propósito de ser a nova capital da então província de Sergipe, substituindo, dessa forma, a capital anterior, São Cristóvão. Ao mesmo tempo, foi a segunda capital planejada de um estado brasileiro.

 Sabia que Aracaju é a capital com menor desigualdade do Nordeste e a cidade com os hábitos de vida mais saudáveis do Brasil? Tem uma população de 650.000 habitantes (2018) e além disso é uma cidade com avenidas muito belas e uma orla maravilhosa (a orla de Atalaia é considerada a mais bela do nordeste).

Principais praias

Acostamento da SE-100 – Aracaju, SE

Aracaju é famosa por ter belas praias, que são com toda a certeza tranquilas para curtir o dia com a família. Além disso, a ampla extensão de areia torna as praias excelentes para praticar exercícios físicos. Só para exemplificar, dentre as mais belas estão as praias de Atalaia, Refúgio, praia do Saco, praia do Robalo e praia do Mosqueiro.

Praia de Atalaia

A praia urbana de Aracaju, e também onde fica a orla considerada mais bela do nordeste. É lá que ficam os famosos arcos da orla, cartão postal da cidade, e a passarela do carangueijo, repleta de bares e restaurantes, sendo dessa forma onde a vida noturna acontece.

O mar ali é bem tranquilo e propício ao banho, ainda que na areia não exista uma infraestrutura tão boa para receber os turistas como nas demais praias.

Praia do Refúgio

Certamente é uma excelente opção para quem busca sossego e tranquilidade. Assim como a praia de Atalaia, o mar aqui é bem tranquilo e ideal para banho. Contudo, a diferença é que na praia do Refúgio a infraestrutura é bem melhor para recepcionar o turista.

Praia do Refúgio – Aracaju,SE

Dentre as barracas de praia que lá existem, recomendo que conheçam a barraca Parati. Uma vez que a infraestrutura é impecável, o atendimento é ótimo e os preços estão dentro do padrão para qualquer praia (um peixe médio que serve bem três pessoas custa R$ 120,00 e uma cerveja custa R$ 10,00).

A praia do Refúgio fica a 12 km da orla de Atalaia, dessa forma é possível chegar até lá de carro, taxi, Uber e até mesmo de ônibus coletivo através da linha Circular Praias.

Praia do Saco

A praia do saco, assim como as de Atalaia e do Refúgio, também tem um mar tranquilo para banho e conta com uma ótima estrutura para receber o turista.

Aqui o diferencial é a possibilidade de fazer um passeio de buggy pelas dunas que lá existem e ir até a ponta do Saco, que fica na parte mais afastada da litoral sergipano. De lá é possível observar Mangue Seco que fica do outro lado do delta do Rio Real. O passeio custa em média R$ 120,00 para quatro pessoas.

Por ser uma praia mais afastada (fica a 65 km dos arcos da orla de Atalaia), o recomendável é ir de carro ou com uma agência de turismo.

Praia do Robalo

Diferentemente das outras praias, a praia do Robalo apresenta um mar agitado e é principalmente procurada por surfistas, se você gosta de pegar uma onda aqui é o local ideal para você. Assim como a praia de Atalaia, aqui também não existe uma infraestrutura tão completa, mas há um calçadão e uma ciclovia para a prática de esportes.

A praia do Robalo fica a 5 km dos arcos da orla, sendo possível ir até mesmo a pé. A linha de coletivos Circular Praias também passa por lá.

Praia do Mosqueiro

A praia do Mosqueiro fica logo após a praia do Refúgio, a 15 km dos arcos de Atalaia. A praia é muito bela e, apesar do mar ser bem tranquilo, não há infraestutura para receber o turista. A dica é então levar tudo que você poderá consumir e fazer um picnic em alguma sombra de árvore ou coqueiro do local.

Ao final do dia, a dica é ir até a orla do Pôr do Sol que fica pertinho dali e apreciar um belíssimo espetáculo da natureza que dá nome ao local.

Outras praias e passeios em Aracaju

Além disso, existem diversas outras praias belíssimas em Sergipe (Abaís, Caueira, Náufragos). A dica é conhecer o máximo possível delas durante sua estadia. Assim sendo, vale a pena, fazer duas por dia para um melhor aproveitamento, uma pela manhã e outra pela tarde.

Praia do Abaís – Sergipe

Além disso, existem diversos passeios maravilhosos que podem ser feitos a partir de Aracaju. Recomendo bastante o passeio pelo Cânions de Xingó (CLIQUE AQUI para conhecer), o passeio pelo delta do rio São Francisco e o passeio para Mangue Seco (CLIQUE AQUI para conhecer).

Um outro local para ser visitado é a colina de Santo Antônio, local que é o marco zero da cidade, e tem uma vista maravilhosa. O ideal é ir ao final da tarde que o visual fica deslumbrante.

Colina do Santo Antônio – Aracaju, SE

Vida noturna em Aracaju

A vida noturna na capital sergipana oferece opções para todos os gostos. Quer um local tranquilo pra passar a noite jogando conversa fora com os amigos? Experimente os barzinhos da Orla. Quer curtir uma noite dançando um forró arrochado? Conheça o bar Cariri @caririsergipe e arraste o pé até criar calo!

Existem ainda diversos restaurantes excelentes na orla de Atalaia. O meu preferido é o Coco Sergipe, que oferece pratos deliciosos e um atendimento impecável.

Hospedagem em Aracaju

Aracaju tem hotéis para todos os gostos e bolsos, recomendo bastante o Del Mar Hotel e o Radisson Hotel. Ambos ficam localizados na orla em frente ao mar, tem piscinas maravilhosas, quartos super confortáveis e atendimento prime.

Radisson Hotel – Aracaju, SE

Contato

Gostou dessas dicas de passeios em Aracaju? Caso tenha qualquer dúvida ou se necessitar de mais informações é só deixar um comentário abaixo, terei o maior prazer em respondê-lo. Se preferir, pode entrar em contato comigo CLICANDO AQUI ou então é só enviar um e-mail para contato@wellsnaestrada.com.br.

Já me segue nas redes sociais?

Para acessar minha página do Instagram CLIQUE AQUI, ou então procure por @wellsnaestrada.

Para acessar minha página do Facebook CLIQUE AQUI, ou então procure por Wellsnaestrada.

Praia do Refúgio – Aracaju, SE

Nossa loja de imagens

Para acessar nossa loja de fotos basta CLICAR AQUI, lá você encontrará várias opções de imagens para download ou para adquirir impressa, legal né?