Todos os detalhes sobre a belíssima Rio de Contas

Igreja de Pedra Rio de Contas
Igreja de Pedra – Rio de Contas, Bahia

Primeiramente, Rio de Contas é a cidade mais ao sul da Chapada Diamantina e tem aproximadamente 15000 habitantes. As origens da cidade estão em um povoado fundado por escravos alforriados no século XVII.

Além disso, o Auge de Rio de Contas ocorreu na metade do século XVIII durante a época da exploração de ouro na região. Atualmente os casarões em estilo colonial, os quais são tombados pelo IPHAM, são o charme da cidadezinha. Por fim, seus principais pontos turísticos são a cachoeira do Fraga, a Ponte do Coronel e a Fazenda Vaccaro.

Cachoeira do Fraga

Cachoeira do Fraga
Cachoeira do Fraga – Rio de Contas, Bahia

A cachoeira mais famosa e a de mais fácil acesso em Rio de Contas é a do Fraga. Fica muito próxima à cidade, aproximadamente 5 minutos de carro, sendo possível parar o carro ao lado da cachoeira. A saber, o único obstáculo para acessar o poço da parte inferior é uma pequena descida um pouco íngreme.

A cachoeira é perfeita para banho, pois,além de formar um poço bem grande, tem uma profundidade ideal (não cobrindo uma pessoa de 1,75 m em nenhum ponto). O único cuidado que se deve ter é para não ultrapassar algumas placas de perigo que existem no local. Esses avisos não são a toa, já ocorreram diversos acidentes com pessoas que não respeitaram essa sinalização, alguns inclusive fatais.

Além disso, na parte superior da cachoeira existe um barzinho que serve bebidas e diversos tipos de petiscos.

Ponte de Coronel

A Ponte do Coronel é atualmente o ponto turístico mais visitado em Rio de Contas. Fica localizada a aproximadamente 13 km do centro e a estrada de acesso, embora seja de terra, é de boa qualidade. O local consiste de um rio bem tranquilo que forma várias corredeiras e poços com profundidades variáveis e bem tranquilos para banho.

O local possui uma estrutura bem modesta, dispondo de alguns bares e lanchonetes que servem bebidas e petiscos. Devido à proximidade com a Fazenda Vaccaro, é recomendável que concilie esse passeio com a ida à fazenda, visto que lá há uma estrutura completa pra almoço.

Fazenda Vaccaro

 A Fazenda Vaccaro fica localizada na mesma direção que a Ponte do Coronel, porém a cerca de 9 km do centro da cidade. Além de oferecer opções de Day use, ela é um hotel, desse modo é possível ficar hospedado por lá caso deseje (há opções de camping e chalés construídos em cima de árvores).

A estrutura do local é completa para receber o turista, tendo restaurante e alguns bares espalhados pela propriedade. O rio que passa por lá é bem tranquilo para banho. Os donos do local fizeram algumas piscinas naturais ao longo do rio e as pedras em um dos pontos foram moldadas de modo a ser formado um escorregador. É necessário cuidado caso não saiba nadar, pois em alguns pontos a profundidade das piscinas cobre facilmente uma pessoa de 1,80 m.

Além disso, na Fazenda Vaccaro é produzida a cachaça mais famosa da região, a Serra das Almas. Essa é saborosa e já foi premiada como uma das cachaças mais deliciosas do Brasil. É possível fazer um tour pelas instalações e conhecer o processo de fabricação.

Por fim, ainda existe na fazenda uma trilha que leva a três mirantes, sendo que o mais distante deles está a uma distância de 300 metros. A vista é muito bonita e vale a pena conferir.

Contato

Gostou dessas dicas de Rio de Contas? Caso tenha qualquer dúvida ou se necessitar de mais informações é só deixar um comentário abaixo, terei o maior prazer em respondê-lo. Se preferir, pode entrar em contato comigo CLICANDO AQUI ou então é só enviar um e-mail para contato@wellsnaestrada.com.br.

Já me segue nas redes sociais?

Para acessar minha página do Instagram CLIQUE AQUI, ou então procure por @wellsnaestrada.

Para acessar minha página do Facebook CLIQUE AQUI, ou então procure por Wellsnaestrada.

Nossa loja de imagens

Para acessar nossa loja de fotos basta CLICAR AQUI, lá você encontrará várias opções de imagens para download ou para adquirir impressa, legal né?

Todos os detalhes sobre Mucugê e seus encantos

Mucugê
Casarões de Mucugê – Mucugê, Bahia

Primeiramente, Mucugê é uma cidade de aproximadamente 9000 habitantes que fica localizada na parte central da Chapada Diamantina. De fato foi a primeira cidade da região a atrair exploradores sedentos por novas jazidas de pedras preciosas por volta de 1822.

Além disso, suas principais atrações turísticas são o Cemitério Bizantino, o projeto Sempre Viva, as cachoeiras da Piabinha e do Tiburtino e os poços Azuis e Encantados. Esses dois últimos, embora não fiquem no Município de Mucugê, ficam bem próximos (nos municípios de Nova Redenção e Itaetê ,respectivamente), podendo ser visitados em passeios de bate e volta. 

Cemitério Bizantino

cemitério bizantino
Cemitério Bizantino – Mucugê, Bahia

O cemitério Santa Isabel, mais conhecido como cemitério Bizantino de Mucugê, fica localizado no km 15 da rodovia BA-142, bem na entrada da cidade. Sua construção se iniciou por volta de 1855 após uma epidemia de cólera que atingiu a região, mas as obras só se concluíram em 1886. 

Antes de tudo, a denominação “Bizantino” vem da semelhança com as cúpulas brancas do mar Egeu que foram feitas durante o império Bizantino nos séculos X e XI. A arquitetura é única e os túmulos, emoldurados pela montanha na qual estão posicionados, rendem fotos incríveis. Dessa forma, vale muito a pena conhecer o lugar e entender um pouco da sua história. De Mucugê é possível ir a pé até lá e não a entrada é franca. 

Projeto Sempre Viva

O projeto Sempre Viva tem por objetivo a preservação da sempre-viva, flor típica da chapada que está ameaçada de extinção. Fica localizado no km 96 da BA-142, bem próximo da cidade de Mucugê. 

Além de tratar da preservação da planta, o projeto também conta com um museu do garimpo de diamantes da região. Para visitá-lo há uma cobrança de uma taxa de R$ 20,00 por pessoa que vale muito a pena. Além de conhecer os acervos, você terá acesso a duas cachoeiras. São as cachoeiras da Piabinha e do Tiburtino que faleremos nos tópicos a seguir.

Cachoeira da Piabinha

cachoeira piabinha
Cachoeira da Piabinha – Mucugê, Bahia

A primeira cachoeira localizada dentro do Projeto Sempre Viva. Fica localizada literalmente no “quintal” das instalações deles. Apesar da água gelada, sem dúvida o banho lá é delicioso e bem tranquilo. 

Cachoeira do Tiburtino

cachoeira do Tiburtino
Cachoeira do Tiburtino – Mucugê, Bahia

A segunda cachoeira do Projeto Sempre Viva, fica a uma distância de 1,5 km da primeira cachoeira. Desse modo, seu acesso é feito por uma trilha bem leve (cerca de 20 minutos) e vale muito a pena conhecê-la. A cachoeira forma um poço grande e com águas tranquilas, ideais para banho. Assim como a Piabinha, a água aqui é bem fria. 

Poço Encantado

poço encantado
Poço Encantado – Itaetê, Bahia

Com toda a certeza o poço Encantado é um daqueles lugares que quando você vê o queixo chega cair da boca de tão belo que é, seu nome não é a toa. Fica localizado no município de Itaetê, a cerca de 47 km de Mucugê e perto do poço Azul que falaremos a seguir (é possível fazer os dois passeios no mesmo dia). 

Tem uma cor azul de tonalidade linda e marcante e é iluminado por um raio de sol que entra formando um facho luminoso na água. A saber, a melhor época para visitação e visualização do raio de sol é entre os meses de abril e setembro, durante o horário das 10:00 h às 13:30 h. Seu ponto negativo fica pelo fato de ser proibida a entrada para banho. 

Ademais, para chegar até o poço é cobrada uma taxa de visitação de R$ 30,00 por pessoa para manutenção do local e vale cada centavo dessa quantia. A descida é bastante longa e feita por degraus irregulares, requerendo bastante cuidado. 

Poço Azul

poço azul
Poço Azul – Nova Redenção, Bahia

O Poço Azul é tão belo quanto o Encantado (embora eu tenha achado o Encantado mais lindo). Fica localizado no município de Nova Redenção e, a partir do poço Encantado, o acesso é feito por uma estrada de terra de aproximadamente 25 km.

Suas águas também têm um tom azul marcante e na época e horários certos é possível visualizar os raios de sol iluminando as águas. Certamente a melhor época para ver esse espetáculo é também entre os meses de abril e setembro durante o horário das 10:00 h às 13:30. 

Aqui também há uma taxa de R$ 30,00 por pessoa para visitação e o acesso é bem mais tranquilo que ao poço Encantado, além disso, é possível nadar! O tempo permitido para a flutuação é de 30 minutos por pessoa e a sensação é de estar voando. 

Contato

Gostou dessas dicas de Mucugê? Caso tenha qualquer dúvida ou se necessitar de mais informações é só deixar um comentário abaixo, terei o maior prazer em respondê-lo. Se preferir, pode entrar em contato comigo CLICANDO AQUI ou então é só enviar um e-mail para contato@wellsnaestrada.com.br.

Já me segue nas redes sociais?

Para acessar minha página do Instagram CLIQUE AQUI, ou então procure por @wellsnaestrada.

Para acessar minha página do Facebook CLIQUE AQUI, ou então procure por Wellsnaestrada.

Nossa loja de imagens

Para acessar nossa loja de fotos basta CLICAR AQUI, lá você encontrará várias opções de imagens para download ou para adquirir impressa, legal né?

Tudo sobre Andaraí e suas maravilhas naturais

Andaraí, a saber, é uma cidade de aproximadamente 13000 habitantes que fica localizada na parte central da Chapada Diamantina. Além disso, é a terra natal do escritor Herberto Sales e possui uma grande quantidade de cachoeiras e rios em seu território. 

Dentre as principais atrações turísticas daqui estão a cachoeira do Ramalho, a cachoeira do Roncador, o surpreendentemente belo Pantanal de Marimbus, a cachoeira Donana e o distrito de Igatu.

Cachoeira do Ramalho

A principal cachoeira de Andaraí é ao mesmo tempo a nona mais alta da Chapada Diamantina. A trilha para chegar até ela tem um percurso aproximado de 5,5 km (ida) e é de dificuldade moderada, durando em média 1:30 h a 2:00 h. A beleza da trilha e da cachoeira é com toda a certeza fenomenal e é recomendado conhecê-la no período de chuvas que é quando ela estará em seu máximo explendor. 

Pantanal de Marimbus

Pantanal de Marimbus
Pantanal de Marimbus – Andaraí, Bahia

Sabia que na Chapada Diamantina existe um pantanal? Não chega a ter a grandiosidade do famoso Pantanal Mato Grossense mas é tão belo quanto! A saber, esse é o Pantanal de Marimbus e seu principal acesso é feito pela cidade de Andaraí. 

Essa maravilha da natureza é o local em que todos os rios do parque nacional deságuam, criando esse incrível visual. 

Por lá é possível observar diversas espécies de pássaros, vitórias-régias, garças, sem contar o barulho acalmante das águas do rio. O recomendável é ir bem cedo para o passeio pois assim você conseguirá observar muito mais vida no ecossistema do local. Começamos o passeio na fazenda Marimbus onde embarcamos em canoas e seguimos o rio até um local ideal para banho. A duração média é de 3 h, sendo possível, dessa forma, aproveitar o restante do dia para fazer outro passeio. 

Cachoeira do Roncador

Cachoeira do Roncador – Andaraí, Bahia

A Cachoeira do Roncador é uma das atrações mais legais da cidade de Andaraí pois consiste em duas partes distintas. A parte de cima, onde existem piscinas naturais nas quais a água faz uma espécie de hidromassagem natural e a parte de baixo na qual há a cachoeira e seu poço. Além disso, na parte de baixo existe uma praia de rio bem tranquila para banho.

Para se chegar até lá é necessária uma trilha de aproximadamente 5 km de dificuldade fácil. Ao fim dessa trilha chegamos à Fazenda Roncador, local que tem um casarão que funciona como restaurante com fogão a lenha e pousada e que fica bem ao lado da cachoeira. A comida lá servida é deliciosa e recomendo que conheça as cachoeiras pela manhã, almoce, descanse no casarão e só depois faça a trilha de retorno. 

Cachoeira Donana

Cachoeira Donana – Andaraí, Bahia

Mais uma das cachoeiras do município de Andaraí, a cachoeira Donana antes de tudo fica pertinho da cidade (5 km), às margens da rodovia BA-142, o que significa que você pode chegar de carro até ela. 

O acesso até seus poços é feito pro uma pequena trilha de dificuldade leve que começa na lojinha de artesanatos e lanchonete Toca do Morcego. Nessa loja ainda existe um mirante do qual é possível avistar todo o esplendor da cachoeira. Ademais, não é cobrada nenhuma taxa de visitação seja para o mirante ou para a cachoeira. 

Além disso, devido a sua proximidade da cidade e facilidade de acesso, não necessita de guia e pode ser combinado com outro atrativo no mesmo dia. Recomendo que faça a visita no retorno do vilarejo de Igatu, pois já é caminho de retorno para a cidade de Andaraí. 

Vilarejo de Igatu

Estrada para Igatu – Andaraí, Bahia

O vilarejo de Igatu é um daqueles lugares que de tão bucólico parece saído de um romance. A saber, Igatu é um distrito de Andaraí que tem cerca de 400 habitantes e que preserva uma herança histórica muito forte. Todas as suas ruas são de pedra, incluindo a estrada de acesso, e as casas são do tempo do garimpo de diamantes. 

Distante 14 km de Andaraí, seu acesso é fácil caso você esteja de carro, não necessitando de guia para chegar até lá. Antes de mais nada, o vilarejo é um museu a céu aberto que conta a história da ascensão e declínio do garimpo de diamantes na região (há quem a chame de Machu Pitcchu baiana). 

Ainda, existem algumas pequenas cachoeiras ao redor do distrito, mas que não são legais para banho por serem bem pequenas mesmo. O recomendável é ir em Igatu para conhecer a história e beleza do local e, no retorno, parar na cachoeira Donana para banho. Por fim, a estrada para Igatu é maravilhosa, apresentando vistas incríveis ao longo do caminho. 

Contato

Gostou dessas dicas de Andaraí? Caso tenha qualquer dúvida ou se necessitar de mais informações é só deixar um comentário abaixo, terei o maior prazer em respondê-lo. Se preferir, pode entrar em contato comigo CLICANDO AQUI ou então é só enviar um e-mail para contato@wellsnaestrada.com.br.

Já me segue nas redes sociais?

Para acessar minha página do Instagram CLIQUE AQUI, ou então procure por @wellsnaestrada.

Para acessar minha página do Facebook CLIQUE AQUI, ou então procure por Wellsnaestrada.

Nossa loja de imagens

Para acessar nossa loja de fotos basta CLICAR AQUI, lá você encontrará várias opções de imagens para download ou para adquirir impressa, legal né?

Tudo sobre a belíssima Lençóis na Chapada Diamantina

morro do pai Inacio
Vista do Morro do Pai Inácio – Palmeiras, Bahia

Ao mesmo tempo em que é a mais procurada cidade do parque nacional, Lençóis é também a mais agitada. É uma cidade repleta de história e é em suas redondezas que ficam as atrações inegavelmente mais famosas do parque. 

O pequeno município tem uma população de cerca de 11000 habitantes e, a saber, surgiu durante o século XIX, período no qual ocorreram descobertas de diversas jazidas de diamantes na região. Na época, a saber, Lençóis ficou conhecida como a “capital das lavras” devido a grandiosidade da exploração da pedra preciosa na região e teve até quem a chamasse de “Vila Rica da Bahia” em alusão a Vila Rica que futuramente viria se tornar a cidade de Ouro Preto em Minas Gerais. 

Dentre as principais atrações turísticas da região de Lençóis temos o icônico Morro do Pai Inácio, a Fazenda Pratinha bem como a Cachoeira da Fumaça.

Morro do Pai Inácio

Conhecido acima de tudo por ser o cartão postal da Chapada Diamantina, o Morro do Pai Inácio proporciona a seus visitantes uma vista incrível do parque nacional. Fica localizado no município de Palmeiras/BA, às margens da BA-235, ao passo que é possível chegar de carro até a sua base. 

Diz a lenda que o nome “Pai Inácio” refere-se a um escravo que, por namorar escondido a filha de um coronel, foi perseguido, pulou do topo do morro e sobreviveu à queda (se é verdade eu não sei).

Para chegar ao topo é necessário fazer uma pequena trilha de dificuldade média/leve, que tem uma duração aproximada de 15-25 minutos. Além disso, vale destacar que pessoas de idade ou que tenham dificuldades de locomoção terão bastante dificuldade em completá-la. 

Quando se chega ao topo do morro entendemos por que ele é tão falado e procurado pelas pessoas que visitam a região. Por fim, uma dica infalível é subir no final da tarde de modo a apreciar o pôr do sol lá em cima, certeza que irá se impressionar. 

por do sol no pai Inacio
Pôr do Sol no Morro do Pai Inácio – Palmeiras, Bahia

Fazenda Pratinha

A fazenda pratinha é um daqueles lugares em que a água é tão transparente que nem parece real. A beleza do local é indiscutível e, além disso, existem diversas atividades que podem ser praticadas por lá. 

O lugar é uma propriedade particular e por isso tudo é cobrado (desde a entrada até as atividades lá desenvolvidas). O valor da entrada, que dá direito a visitar as duas grutas (Pratinha e gruta Azul) e ao banho no rio, é de R$ 50,00 por pessoa (crianças menores de 10 anos não pagam e idosos pagam meia). As atividades opcionais são flutuação (R$ 40,00), tirolesa (R$ 20,00 por salto), fotos subaquáticas (R$ 90,00 para 20 fotos), stand up (R$ 30,00, 30 minutos), caiaque (R$ 20,00, 30 minutos) e pedalinho (R$ 20,00, 30 minutos). Vale muito a pena fazer pelo menos a flutuação pela gruta da Pratinha, é uma experiência única. Além disso, há no local uma pousada, quem se hospeda fica isento da taxa de entrada (não verifiquei os preços, mas na internet é fácil de achar).

Fazenda Pratinha
Fazenda Pratinha – Lençóis, Bahia

Cachoeira da Fumaça

Antes de tudo, vale dizer que a Cachoeira da Fumaça é a mais alta das cachoeiras do parque nacional da Chapada Diamantina e uma das cachoeiras mais altas do Brasil. A queda d’agua tem aproximadamente 340 metros de altura e uma vista maravilhosa do vale do Capão. O acesso a sua parte superior é feito por uma trilha de 6 km (ida) e intensidade considerável, com os dois primeiros quilômetros de subida íngreme.

cachoeira da fumaça
Cachoeira da Fumaça – Lençóis, Bahia

A trilha é muito bela, apresentando uma paisagem maravilhosa durante todo o trajeto, o que rende fotos maravilhosas. Todas as agências de turismo do parque oferecem esse passeio, o qual tem a duração do dia inteiro. Na volta da cachoeira da Fumaça há uma parada na cachoeira do Riachinho pois na parte superior da Fumaça não há poços para banho. 

Mas e se quiser conhecer a parte de baixo da cachoeira e tomar banho em seu poço? É possível, porém a trilha é bem mais puxada (um percurso de 36 km) que leva três dias para ser feita (ida e volta). Espero um dia conseguir fazê-la e trazer essa experiência para vocês. 

Contato

Gostou dessas dicas de Lençois? Caso tenha qualquer dúvida ou se necessitar de mais informações é só deixar um comentário abaixo, terei o maior prazer em respondê-lo. Se preferir, pode entrar em contato comigo CLICANDO AQUI ou então é só enviar um e-mail para contato@wellsnaestrada.com.br.

Já me segue nas redes sociais?

Para acessar minha página do Instagram CLIQUE AQUI, ou então procure por @wellsnaestrada.

Para acessar minha página do Facebook CLIQUE AQUI, ou então procure por Wellsnaestrada.

Nossa loja de imagens

Para acessar nossa loja de fotos basta CLICAR AQUI, lá você encontrará várias opções de imagens para download ou para adquirir impressa, legal né?

A impressionante Chapada Diamantina

Chapada Diamantina
Parque Nacional Chapada Diamantina – Bahia, Brasil

A Chapada Diamantina é certamente um dos destinos mais belos desse nosso Brasil. O parque nacional é enorme, abrangendo uma área de 152.000 ha, e possui uma diversidade ecológica e ambiental inegavelmente gigantesca. 

Para o turista que visita as cidades da região, são cerca de 300 km de trilhas que proporcionam paisagens acima de tudo de tirar o fôlego. Além disso, um total de 33 cachoeiras, 2 cavernas, 10 pontos de escalada, 16 sítios históricos e um pantanal (o pantanal de Marimbus) completam a lista de atrações principais (fonte: www.icmbio.gov.br).

Dentre as principais cidades que servem de abrigo para os visitantes da região temos, em suma, Lençóis (a mais famosa e badalada), Mucugê, Andaraí e ainda Rio de Contas na parte mais ao sul. Enfim, falaremos sobre cada uma delas e suas principais atrações nos tópicos a seguir.

Lençóis, a “capital” da Chapada Diamantina

morro do pai Inacio
Vista do Morro do Pai Inácio – Palmeiras, Bahia

Ao mesmo tempo em que é a mais procurada cidade do parque nacional, Lençóis é também a mais agitada. É uma cidade repleta de história e é em suas redondezas que ficam as atrações inegavelmente mais famosas do parque. 

O pequeno município tem uma população de cerca de 11000 habitantes e, a saber, surgiu durante o século XIX, período no qual ocorreram descobertas de diversas jazidas de diamantes na região. Na época, a saber, Lençóis ficou conhecida como a “capital das lavras” devido a grandiosidade da exploração da pedra preciosa na região e teve até quem a chamasse de “Vila Rica da Bahia” em alusão a Vila Rica que futuramente viria se tornar a cidade de Ouro Preto em Minas Gerais. 

Dentre as principais atrações turísticas da região de Lençóis temos o icônico Morro do Pai Inácio, a Fazenda Pratinha bem como a Cachoeira da Fumaça. Para conhecer todos os detalhes dos pontos turísticos de Lençóis CLIQUE AQUI.

Andaraí, lar do Pantanal Baiano

Pantanal de Marimbus
Pantanal de Marimbus – Andaraí, Bahia

Andaraí, a saber, é uma cidade de aproximadamente 13000 habitantes que fica localizada na parte central da Chapada Diamantina. Além disso, é a terra natal do escritor Herberto Sales e possui uma grande quantidade de cachoeiras e rios em seu território. 

Dentre as principais atrações turísticas daqui estão a cachoeira do Ramalho, a cachoeira do Roncador, o surpreendentemente belo Pantanal de Marimbus, a cachoeira Donana e o distrito de Igatu. Para conhecer todos os detalhes dos pontos turísticos de Andaraí CLIQUE AQUI.

Mucugê e seu cemitério Bizantino

Mucugê
Casarões de Mucugê – Mucugê, Bahia

Primeiramente, Mucugê é uma cidade de aproximadamente 9000 habitantes que fica localizada na parte central da Chapada Diamantina. De fato foi a primeira cidade da região a atrair exploradores sedentos por novas jazidas de pedras preciosas por volta de 1822.

Além disso, suas principais atrações turísticas são o Cemitério Bizantino, o projeto Sempre Viva, as cachoeiras da Piabinha e do Tiburtino e os poços Azuis e Encantados. Esses dois últimos, embora não fiquem no Município de Mucugê, ficam bem próximos (nos municípios de Nova Redenção e Itaetê ,respectivamente), podendo ser visitados em passeios de bate e volta. Ademais, para conhecer todos os detalhes dos pontos turísticos de Mucugê e região CLIQUE AQUI.

Rio de Contas, a cidade mais ao sul da Chapada

Rio de Contas
Igreja de Pedra – Rio de Contas, Bahia

Rio de Contas é a cidade mais ao sul da Chapada Diamantina e tem com efeito aproximadamente 15000 habitantes. As origens da cidade estão em um povoado fundado por escravos alforriados no século XVII.

O Auge de Rio de Contas ocorreu inegavelmente na metade do século XVIII durante a época da exploração de ouro na região. Atualmente os casarões em estilo colonial, que são tombados pelo IPHAM, são o charme da cidadezinha.

Além disso, seus principais pontos turísticos são a cachoeira do Fraga, a Ponte do Coronel e a Fazenda Vaccaro. Para conhecer todos os detalhes dos pontos turísticos de Rio de Contas CLIQUE AQUI.

Contato

Gostou dessas dicas da Chapada Diamantina? Caso tenha qualquer dúvida ou se necessitar de mais informações é só deixar um comentário abaixo, terei o maior prazer em respondê-lo. Se preferir, pode entrar em contato comigo CLICANDO AQUI ou então é só enviar um e-mail para contato@wellsnaestrada.com.br.

Já me segue nas redes sociais?

Para acessar minha página do Instagram CLIQUE AQUI, ou então procure por @wellsnaestrada.

Para acessar minha página do Facebook CLIQUE AQUI, ou então procure por Wellsnaestrada.

Nossa loja de imagens

Para acessar nossa loja de fotos basta CLICAR AQUI, lá você encontrará várias opções de imagens para download ou para adquirir impressa, legal né?

Como conhecer as maravilhas de Mangue Seco na Bahia

Travessia pelo rio Real até Mangue Seco, BA

Embora seja um povoado do estado da Bahia, os passeios para conhecer Mangue Seco são mais comuns de saírem de Aracaju, visto que é bem próximo da capital sergipana. O passeio começa nas margens do rio Real, de onde pegamos uma embarcação para atravessar e chegar ao povoado.

Conhecendo um pouco mais de Mangue Seco

Mangue seco é uma vila de pescadores do município de Jandaíra, Bahia. É a ultima praia do litoral baiano e tem uma população aproximada de 200 habitantes. A saber, foi lá que foi gravada a novela Tieta, da rede globo, a qual foi baseada no livro Tieta do Agreste de Jorge Amado. No povoado as ruas são de areia e são poucos os veículos que conseguem se movimentar (basicamente se vê por lá pick-up’s 4×4 e buggy’s), mas é tão pequena que é possível se locomover a pé sem problemas.

Famosos coqueiros Romeu e Julieta, cartão postal de Mangue Seco, BA

O Passeio

O valor cobrado pela agência de turismo foi de R$ 145,00 por pessoa (fevereiro/2020), estando incluído nesse valor todos os transportes (exceto buggy) bem como um almoço com buffet livre ao final do passeio.

Assim que desembarcar no povoado, deve-se pegar um buggy para se chegar até a praia. São duas opções de percurso pelas dunas. A primeira opção custa R$ 130,00 por buggy ,que leva até quatro pessoas, e tem uma rota mais curta, com duração média de meia hora incluindo paradas para fotos nas dunas. A segunda opção custa R$ 200,00 por buggy e tem portanto uma rota mais completa, passando pela vila onde foi gravada a novela, com uma duração aproximada de 1 h.

Uma das paradas para fotos nas dunas de Mangue Seco, BA

Ao final do passeio de buggy, chegamos a praia onde é possível relaxar e curtir o visual deslumbrante do local. O mar por lá é bem tranquilo e pouco agitado, de modo que é possível tomar aquele delicioso banho despreocupado. O tempo de permanência é de cerca de duas horas, existindo por lá barracas de praia que servem bebidas e petiscos. Após o banho de mar, retornamos ao povoado para o almoço e , logo após, há o retorno para Aracaju.

Vista aérea da praia de Mangue Seco, BA

Contato

Gostou dessa dica de passeio para Mangue Seco? Caso tenha qualquer dúvida ou se necessitar de mais informações é só deixar um comentário abaixo, terei o maior prazer em respondê-lo. Se preferir, pode entrar em contato comigo CLICANDO AQUI ou então é só enviar um e-mail para contato@wellsnaestrada.com.br.

Já me segue nas redes sociais?

Para acessar minha página do Instagram CLIQUE AQUI, ou então procure por @wellsnaestrada.

Para acessar minha página do Facebook CLIQUE AQUI, ou então procure por Wellsnaestrada.

Nossa loja de imagens

Para acessar nossa loja de fotos basta CLICAR AQUI, lá você encontrará várias opções de imagens para download ou para adquirir impressa, legal né?

Salvador, a histórica capital baiana

Vista da praia do Rio Vermelho – Salvador, BA

Curiosidades e história

Salvador, a capital da Bahia. Cidade conhecida em todo o Brasil e no resto do mundo por sua gastronomia, música e arquitetura características. Quem nunca ouviu falar em acarajé e axé? Além disso, a influência africana tem uma presença marcante na cidade, e a torna o centro da cultura afro-descendente no Brasil.

Sabia que Salvador é uma das cidades mais antigas da América Latina? Foi fundada por Tomé de souza em 1549. Além disso, é a cidade mais populosa do nordeste brasileiro, com uma população de mais de 2,8 milhões de habitantes em 2019.

Ademais, o carnaval de Salvador é a maior festa de rua do mundo, e reúne todos os anos milhões de foliões de diversas partes do planeta.

Principais pontos turísticos de Salvador

Mas nossa meta aqui é falar para vocês de turismo, então, trago nos próximos parágrafos alguns dos principais pontos turísticos da cidade. Recomendo bastante que considere incluí-los no seu roteiro.

Pelourinho

Não apenas é um dos centros históricos mais característicos do Brasil, como apresenta uma arquitetura colonial inconfundível. Carinhosamente conhecido como Pelô, fica localizado no bairro de mesmo nome, que é formado por ruas estreitas, repletas de ladeiras e com calçamento de pedras. Por lá você irá encontrar não só lojas e vendedores ambulantes como também artistas de rua, que oferecem diversos produtos e lembrancinhas, trazendo entretenimento aos visitantes.

Se não prestar atenção no horário, você passa o dia inteiro andando pelas ruas, mas em meio turno dá para conhecer bastante coisa, e é este o tempo que recomendo para a visita. Inclusive, neste mesmo tempo, dá para conhecer o Elevador Lacerda e o Mercado Modelo devido à proximidade entre eles.

Mas o ponto mais famoso do local é o Largo do Pelourinho, onde também está localizada uma das casas de Jorge Amado, famoso escritor e poeta baiano. Atualmente a casa funciona como um museu e pode ser visitada caso deseje conhecer um pouco mais sobre a história e as obras do poeta.

Recomendo muito cuidado com seus pertences, pois nas ruas do Pelourinho é comum ocorrerem furtos e até assaltos.

Elevador Lacerda

Trata-se do primeiro elevador urbano do mundo e liga a cidade baixa à cidade alta , alem de ter uma vista sensacional da Bahia de todos os santos da parte superior. Dá para conhecer no mesmo dia do Pelourinho, pois fica muito próximo de lá. Experimente o sorvete vendido na parte de cima, tenho certeza que irá adorar.

Mercado Modelo

É um mercado de artesanatos localizado na cidade baixa. Para chegar até lá basta descer pelo Elevador Lacerda, podendo ser conhecido dentro da visita ao Pelourinho. La ficam localizados dois dos restaurantes mais tradicionais de culinária baiana: o Camafeu de Oxossi e o Maria de São Pedro (este ultimo com 80 anos de história). Tanto quanto o pelourinho, tem uma importância histórica enorme.

Farol e praia da Barra

Farol da Barra – Salvador, BA

O Farol da Barra (Farol de Santo Antônio) foi o segundo farol construído nas Américas. O lugar é maravilhoso tanto quanto para passear pelo calçadão da Barra ou praticar atividades físicas. Ao longo do calçadão existem diversos bares e restaurantes, com funcionamento que vai até a noite.

Ao lado do farol há um acesso para a praia da Barra. Caso deseje dar um mergulho no mar, a areia pode ser acessada por este ponto. Próximo dali há a praia do Porto da Barra, que é um local muito procurado por banhistas devido a tranquilidade do mar.

Atrás do farol é possível presenciar um pôr do sol de tirar o fôlego! Recomendo bastante a experiência, pois tenho certeza que irá adorar.

Principais praias de Salvador

Já que estamos tratando de uma capital do nordeste, não podemos ficar sem falar das praias. Do mesmo modo que as praias do Farol e do Porto da Barra que já comentamos acima, Salvador tem diversas outras, trazemos as principais no próximo parágrafo. A foto abaixo mostra o pôr do sol na praia de Ondina.

Pôr do Sol visto da praia de Ondina – Salvador, BA

Mas as praias mais belas da cidade estão localizadas no litoral norte e são acessadas pela Avenida Luis Viana (Famosa Avenida Paralela). São elas: praia de Itapuã, praia do Buracão, praia de Stella Maris, praia do Flamengo, praia de Piatã, praia de Jaguaribe e praia de Amaralina. Recomendo incluir algumas em seu roteiro. No entanto, caso tenha poucos dias na cidade, uma forma de aproveitar melhor as praias é visitando duas por dia (uma pela manhã e outra pela tarde).

Ainda existe a possibilidade de conhecer outras praias mais afastadas, que não ficam no município de Salvador, mas sim de cidades da região metropolitana. Algumas delas ficam bem distantes da capital, como a praia do Forte, que fica localizada a aproximadamente 80 km do centro. Por fim, no litoral norte da Bahia existem também diversos resorts como o Iberostar Praia do Forte, o Iberostar Bahia, o Grand Palladium, e o Sauípe Resorts, os quais oferecem um serviço de altíssima qualidade.

Vida noturna em Salvador

Se você gosta de um agito a noite, o bairro do Rio Vermelho é famoso por seus bares e boates e é para lá que você deve ir para encontrar os melhores points da cidade. É comum o movimento atravessar a noite até o raiar do dia, principalmente nos finais de semana.

Por outro lado, para quem procura um lugar um pouco mais tranquilo, recomendo os bares e restaurantes do Bahia Marina. A foto abaixo é do deck de um dos restaurantes de lá.

Vista de um dos decks do Bahia Marina – Salvador, BA

Gostou dessas dicas de passeios em Salvador? Caso tenha qualquer dúvida ou se necessitar de mais informações é só deixar um comentário abaixo, terei o maior prazer em responde-lo. Se preferir, pode entrar em contato comigo CLICANDO AQUI ou então é só enviar um e-mail para contato@wellsnaestrada.com.br.

Aproveito para convidar-lo a me seguir nas redes sociais. Meu Instagram e meu Facebook estão sempre trazendo informações interessantes em primeira mão para vocês.